Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 BLOG DO FACHO DE LUZ (ANTIGO))
 SITE OFICIAL DO FACHO DE LUZ
 BLOG ABSOLUTISTA




Blog do facho-de-luz
 


 


ATENÇÃO:

COMO O ESPAÇO DISPONÍVEL DESTE BLOG ESTÁ ESGOTADO,

SIGAM A SÉRIE

Comentários sobre

"EXPULSAI OS DEMÔNIOS"

pelo Blog Absolutista:

www.blog-absolutista.zip.net



Escrito por facho-de-luz às 23h01
[] [envie esta mensagem
] []





"Expulsai Os Demônios"-3

 

"EXPULSAI OS DEMÔNIOS"

 

Por outro lado, isto é, do ponto de vista de que nada mais existe, se torna fácil

entender que as

formas discordantes chamadas doença, pobreza ou desarmonia de toda espécie,

não possuem nelas

Deus algum; portanto, não têm nenhuma vida, nenhuma ação, e nenhum poder.

Lillian De Waters

3

Na segunda parte, vimos que há unicamente o Eu Perfeito e Sua perfeita expressão, e que inexiste qualquer "outro" ao lado do Eu Universal. Foi dada uma sugestão para início das contemplações desta Verdade, com cada um plenamente aberto às próprias revelações.

O parágrafo que ora estamos analisando, focaliza o outro lado da questão, e que é tão importante quanto o primeiro: se unicamente existe o Eu Perfeito, se torna fácil entender que as formas discordantes chamadas doença, pobreza, ou desarmonia de toda espécie, não possuem nelas Deus algum; portanto, não têm nenhuma vida, nenhuma ação, e nenhum poder. Em suma, todas as aparências que se mostram contrárias à Harmonia do Uno são única e necessariamente NADA! Não poderiam ter vida, ação ou poder! A autora diz que, se primeiramente fizermos o reconhecimento contemplativo da Totalidade e Unicidade da Perfeição, teremos facilidade para intuir a nulidade das aparências contrárias. São dois lados de uma só moeda: A Harmonia é Tudo! As supostas desarmonias são "nada", meras "aparências" sem vida, ação e poder. Estes dois pontos já são a Verdade deste AGORA, razão pela qual nossa "contemplação" destes fatos não intentará criá-los e muito menos nos exigirá qualquer esforço.

Passemos à "contemplação silenciosa" destes dois pontos fundamentais de nosso estudo. Damos, abaixo, uma sugestão apenas para o início desta "Prática do Silêncio"; a partir de então, que a Autorrevelação se dê livremente como a própria Consciência de cada um.

Aqui onde estou, unicamente o Eu Infinito Se faz Onipresente como Vida, Ação e Poder! Aqui onde Eu estou, este Eu Perfeito Infinito Se exprime como o Eu que Eu Sou. O Infinito abrange o Infinito! Não há Vida, Ação e Poder em nada além de Mim! Além de Mim, nada existe! Não há Deus em "formas discordantes"; logo, todas elas são destituídas de Vida, Ação e Poder!


Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 18h29
[] [envie esta mensagem
] []





"Expulsai Os Demônios"-2

"EXPULSAI OS DEMÔNIOS"


A renúncia a toda obediência a personalidades ou doutrinas humanas nos conduz à iluminação flamejante e à convicção de que inexiste qualquer "outro" ao lado do Eu Universal. Este Uno exige nossa total atenção. Verdadeiramente, teremos de clarear nossa visão até que nada mais seja posto diante dela, a não ser o Eu perfeito e Sua perfeita expressão.

Lillian De Waters


2

A autora nos revela um dos pontos fundamentais do estudo da Verdade, pois, estudar a Verdade significa "ser a Verdade estudada". Isso exclui todo suposto vínculo com doutrinas humanas ou teorias espiritualistas, e com quaisquer chamados "mestres", "guias", ou "líderes". Por quê? Porque a mente presa a conceitos humanos e a mestres humanos não é a nossa mente verdadeira!

"A renúncia a toda obediência a personalidades ou doutrinas humanas nos conduz à iluminação flamejante e à convicção de que inexiste qualquer "outro" ao lado do Eu Universal. Este Uno exige nossa total atenção". A "renúncia" deve ser consciente! A cada início de "contemplação silenciosa", devemos nitidamente reconhecer:

Não há outro Eu ao lado de Mim.
Esta Consciência da Onipresença é a Consciência Infinita e eterna que Eu Sou. Não a divido por acreditar em quaisquer "mestres" ou "doutrinas". Ciente de que o Uno me inclui, permaneço totalmente aberto unicamente às Auto-revelações,
receptivo, consciente e
iluminado!
(Conservar-se plenamente aberto e receptivo, atento à própria Revelação)

Contemplações dessa natureza farão "clarear nossa visão", até que nada mais seja posto diante dela, a não ser o Eu perfeito e Sua perfeita expressão." Que significa "clarear nossa visão"? É cada um se identificar não mais com a suposta "visão humana", mas com a Onivisão, a Visão divina sempre clara e perfeita,  que discerne Suas Obras perfeitas e permanentes, em que vivemos inclusos.


Continua...>



Escrito por facho-de-luz às 23h54
[] [envie esta mensagem
] []





"Expulsai Os Demônios"-1

"EXPULSAI OS DEMÔNIOS"



Os "demônios" são as falsas crenças genéricas que têm perpetuado desde o início dos tempos; e, a principal delas chama-se "individualismo". Cristo ensinou que toda realidade é una, sem partes ou diferenças, ou seja, ensinou ser impossível reconciliar o nosso "Eu" com uma mente humana ou individualidade. Pelo contrário, o homem genérico prega a doutrina da apoteose, isto é, a deificação da mente humana.

 

Lillian De Waters


 

 

1


O estudo da Verdade é essencialmente prático. As Revelações, após lidas, devem ser contempladas como Fatos reais deste "agora". A falsa crença em "demônios" vem há tempos acompanhando a humanidade em seu dualismo! O Poder divino  ilusoriamente veio sendo dividido! O bem e o mal passaram a ser aceitos como realidades, e, em vista disso, a Onipresença da Perfeição Absoluta acabou ficando esquecida. Que devemos fazer? Resgatar a Consciência da Verdade! Saber que a Onipresença é Fato eterno e, portanto, que "outros poderes" são pura fantasia de uma suposta mente que, mesmo sem fundamento algum, insiste em nos sugestionar para que creiamos em suas irrealidades.


Neste parágrafo, a autora nos chama a atenção para o fato: Os "demônios" são as falsas crenças genéricas que têm perpetuado desde o início dos tempos; e, a principal delas chama-se individualismo. Que significa isso? Ela quer dizer que o trabalho de "expulsarmos os demônios" tem início em nós mesmos! Em quem estas "falsas crenças"  aparentemente atuam? Em nós!


"Cristo ensinou que toda realidade é una, sem partes ou diferenças, ou seja, ensinou ser impossível reconciliar o nosso "Eu" com uma mente humana ou individualidade." De fato, o Evangelho revela que "sem o Verbo (Deus), nada do que foi feito se fez"; portanto, devemos fechar os olhos para o dualismo, a crença em dois poderes, e reconhecer o Eu Infinito, o Reino Perfeito em Unidade, e contemplarmos Deus sendo o nosso Eu, e o nosso Eu sendo Deus. "A Realidade é una, sem partes", explica a autora! Deus está sendo Deus igualmente em toda parte! Não está sendo mais Deus em Jesus, em Buda, em Krishna ou em Paulo! Deus está sendo Sua Totalidade em toda a extensão de Sua Existência! Contemplemos estes fatos espirituais e eternos! Estas contemplações absolutas estarão dando início à nossa "expulsão dos demônios".


"O homem genérico prega a doutrina da apoteose, isto é, a deificação da mente humana." Se entendermos que "a Realidade é una, sem partes ou diferenças", naturalmente nos ficará claro que, como nos revela Paulo, "temos a Mente de Cristo". Não se trata de uma Mente "personalizada"; é a Mente Una aparecendo como"membros", assim como as duas mãos de um mesmo corpo são conduzidas pelo mesmo cérebro. A autora nos alerta para este fato: devemos entender a Mente una Se manifestando como a Mente de cada um de nós, em unidade perfeita!


Há pessoas que vinculam estes estudos com os ensinamentos mentalistas. Acreditam em mente humana e em poderes mentais humanos. Entendamos a profundidade deste parágrafo! Não existe mente humana! Tampouco existem os "dois poderes" que esta suposta mente considera existir. Deus é Tudo! O Uno é Uno! O Verbo é o Verbo!


Contemple a Presença da Mente Una sendo a sua Mente única deste AGORA! Deixe de se identificar com "mente humana" em suposta evolução! Isto não existe! A Mente do Uno é a única Realidade! Como dissemos, estes estudos são para que CONTEMPLEMOS os fatos reais revelados, e para que deixemos de lado as CRENÇAS FALSAS (demônios) que vinham sendo aceitas como reais, quando jamais deixaram de ser puras "miragens".


Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 23h40
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-30

 

ESTUDANDO JESUS

Dárcio


30


"E CONHECEREIS A VERDADE, E A VERDADE VOS LIBERTARÁ."

João 8: 32

A "ida do filho ao Pai" significa a anulação plena da crença absurda de que estamos separados de Deus. "Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida." Seguir a Cristo é cada um seguir os mesmos passos de interiorização e de percepção da Unidade eterna Pai-e-Filho.

Jesus sabia que esta "ida ao Pai" não poderia ser acompanhada pela crença em "pecado", aceita pela humanidade. "Aquele que dentre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela". Assim se dirigiu aos escribas e fariseus que queriam apedrejar a mulher pega em adultério. Calados, pela própria crença que retinham sobre si mesmos, "saíram um a um", relata a Bíblia. E então Jesus disse à mulher: "Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais."

O mundo não nos vê como Luzes! A crença em pecado e pecadores é milenar! Porém, dure o quanto possa durar , jamais a mentira terá sido verdade por um só instante! A natureza desta crença, revelada como falsidade, está claramente exposta na fala de Jesus, aos fariseus:

"Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu sai e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. Vós tendes por pai o diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, não me credes. Quem dentre vós me convence de pecado? E, se digo a verdade, porque não credes? Quem é de Deus, escuta as palavras de Deus; por isso, vós não as escutais, porque não sois de Deus."

Jesus revela a natureza falsa do "eu humano"! Pecados e pecadores desaparecem sob a Luz da Verdade! Que Verdade? A Verdade da UNIDADE ETERNA DE QUE TODOS FAZEMOS PARTE!

Encerramos esta série de estudos com as seguintes palavras iluminadas de Jesus:

"Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Ora, o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres".

(João 8: 31, 32-36)


F I M



Escrito por facho-de-luz às 22h07
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-29

 

ESTUDANDO JESUS


Dárcio

 

29


"SEGUE-ME TU"

“Vendo Pedro a este, disse a Jesus: Senhor, e deste que será? Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu”.

João 20:21, 22.

O Reino de Deus é atemporal. O Gênesis registra que “Deus viu tudo quando fizera, e achou muito bom”. E, em Eclesiastes, há a confirmação de que “as obras de Deus são permanentes: nada se-lhes pode acrescentar, nem tirar”. Diante destas Verdades, podemos compreender o que de início dissemos: O Reino de Deus, imutável e perfeito, é atemporal! Que é o “tempo”? Um conceito da mente humana, mais nada! Isto significa que o estado iluminado já é a condição real e atual de todos nós.

 

Se analisarmos os fatos “segundo as aparências”, veremos “o tempo passando”, com algumas pessoas se mostrando iluminadas, outras em processo de iluminação, e outras em ignorância espiritual.

Na passagem acima, vemos Pedro querendo saber de Jesus: “E deste que será?” E teve por resposta: “Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu”. Que sentido tem esta resposta? Se toda obra de Deus é boa, e é permanente, cada um de nós é esta OBRA PERFEITA! Que vem sendo aceito? Que Jesus é o filho unigênito e perfeito do Pai, e que toda a SUPOSTA "humanidade" difere dele em natureza, por estar cheia de pecados, problemas e defeitos. Pedro, na passagem citada, estava “vendo segundo as aparências”. Mas foi corrigido por Jesus: “Que te importa a ti? SEGUE-ME TU!”.

 

Cada um que se redescobre sendo a OBRA PERMANENTE PERFEITA DE DEUS, endossa as palavras de Deus e percebe a unidade: “Eu e o Pai somos um”. Entretanto, como dissemos, o tempo não existe como Realidade! TUDO É AGORA! Se alguém percebeu em si mesmo a revelação divina, terá percebido sua natureza genuína: O CRISTO! Não foi este momento glorioso que levou Paulo a declarar, em Gálatas 2:20, “O Cristo vive em mim?” Voltemos à resposta de Jesus: “Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti?” Nesta resposta está a base da Revelação absoluta! Quem está “seguindo a Cristo” está sem julgar pelas aparências! Está julgando consoante “julgamento justo”. Está no Reino atemporal em que somos todos um. Está desperto para a Verdade de que Deus e Sua Obra são perfeição permanente, e que todos, em UNIDADE, JÁ SOMOS esta Obra! Quem estiver desejoso de saber a respeito “do outro”, sobre “o que será dele”, estará deixando a própria Luz de lado, trocando-a pelo “julgamento pelas aparências”, deixando a Verdade e endossando a ilusão e a crença no tempo.

 

Qual o sentido de “Se eu quero que ele fique até que eu venha?” Jesus enfatiza a “remoção da trave de nosso olho!” O Cristo virá “no outro” quando NÓS o virmos com os olhos da Verdade! O véu da ilusão, o "julgamento segundo as aparências", terá sido banido de nossa visão! O Cristo sempre esteve sendo “o outro”; o Fato apenas aguardava  ser reconhecido!

CONTEMPLAÇÃO:

 

“SEGUE-ME TU”, disse Cristo! No silêncio deste instante, permaneço em minha Visão Iluminada! Nesta posição de comunhão com Deus, contemplo o AGORA ATEMPORAL, momento eterno em que Deus Se revela como o Cristo de meu próprio ser: o Alfa, o Ômega, o Princípio e o Fim. Nesta Visão, percebo que inexiste qualquer "outro". Deus-Pai, a Presença infinita, está sendo a Unidade Iluminada que Se exprime como tudo e como todos!

(Permanecer durante alguns segundos nesta prática contemplativa)

Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 18h41
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-28


ESTUDANDO JESUS


Dárcio

 

28


"DEUS NÃO É DEUS DE MORTOS, MAS DE VIVOS."

Lucas 20: 38

Somos todos capazes de imaginar a dificuldade que alguém teria, diante de alguém hipnotizado, para convencê-lo de que o quadro por ele visto, é ilusório; e que, em seu lugar, outra realidade se encontra presente! Enquanto continuarmos a aceitar, sem contestação, que a mente carnal é nossa mente verdadeira, e que os quadros que ela nos mostra são reais, estaremos na mesma posição do hipnotizado! Por mais que a Verdade seja revelada, ela parecerá ser algo distante de nosso momento atual!

Constatamos, nas mais diversas religiões e denominações, a aceitação anticrística de que a morte possa de alguma forma existir. Quem estiver disposto a seguir os ensinamentos de Jesus deverá abolir a mente humana e seus conceitos de nascimento e morte! Como pode alguém conhecedor deste ensinamento absoluto, que revela o Reino de Deus já presente em todos nós, ainda se prender às falsidades mostradas pela mente humana? Neste festival de ilusão, encontramos "missas e cultos para falecidos", pessoas "contatando espíritos que partiram para outra dimensão", outras "lendo sutra para antepassados", etc.. Que falta faz o conhecimento radical da Verdade!

Jesus Cristo disse: "E que os mortos hão de ressuscitar também o mostrou Moisés junto da sarça, quando chama ao Senhor Deus de Abraão, e Deus de Isaque, e Deus de Jacó. Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele vivem todos" (Lucas: 20, 37,38).

"Ressuscitar" não é voltar à vida ilusória na matéria! É despertar para o fato de que DEUS É DEUS DE VIVOS! Esta percepção erradica a crença em seres que nascem e morrem! Quando é revelado que "não existe vida alguma na matéria", esta Verdade é simplesmente deixada de lado! A humanidade, hipnotizada, crê piamente que "estamos na matéria". Eis a ilusão! Sendo Deus ESPÍRITO, e sendo ONIPRESENTE, a matéria não existe! Se isso for aceito, o campo para o discernimento correto estará aberto! E o Reino da Realidade será revelado!

O Salmo 139: 7-10 registra:

"Para onde me irei de Teu Espírito ou para onde fugirei de Tua face? Se subir aos céus, lá estás; se fizer no inferno minha cama, eis também lá estás; se tomar as asas da alvorada, se habitar nas extremidades do mar, até lá Tua mão me guiará e Tua destra me susterá!"

MEDITE E CONTEMPLE A IMORTALIDADE E ONIPRESENÇA DA VIDA UNA:

Neste instante, a exemplo de Jesus, percebo que sou Filho de Deus! Entendo que Deus não é Deus de mortos, mas de vivos! Isto por que Deus é a Vida real e única de todos nós! Não existe vida na matéria! Não existe vida pessoal! Existe a Vida que é Deus, viva aqui e agora como tudo e como todos, numa Unidade eterna, perfeita e glorificada!

Sei porque Jesus Cristo disse que "para ele vivem todos": é para que eu me coloque nesTa UNIDADE da Vida eterna! Pai, é a hora da ressurreição de todos! O instante em que descarto a ilusória mente humana para discernir a Vida Una Onipresente! Para discernir a imortalidade de toda a Existência!

(Permanecer em silêncio por alguns instantes, na percepção de que a Vida una e universal é a nossa Vida deste AGORA, que o Eu Sou infinito é o Deus dos vivos, a Vida eterna onipresente.)


Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 00h01
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-27


ESTUDANDO JESUS


Dárcio

 

27


"QUEM ME PÔS A MIM POR JUIZ OU REPARTIDOR ENTRE VÓS?"

Lucas 12: 14

O desprezo demonstrado por Jesus Cristo pela matéria é um dos destaques de seus ensinamentos. Veio ele nos revelar o Reino de Deus, nossa unidade com Deus e com toda a "herança celestial". Tudo de que necessitamos, existe em nossa própria Vida-essencia, o próprio Verbo aparecendo como carne em todos nós.

"Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança". Assim dirigiu-se a Jesus alguém da multidão. E teve por resposta: "Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?"

Enquanto a maioria ainda vê no ensinamento apenas um modo de se resolver problemas humanos, seu real objetivo é infinitamente maior: revelar o Reino "já chegado", aqui e agora, e anular a suposta mente carnal, cega, que na maior parte do tempo vê somente dissensões, lutas e problemas de toda espécie.

"E propôs-lhes uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância. E arrazoava ele entre si, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos. E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; e direi à minha alma: alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros e não é rico para com Deus."

Esta passagem é mais uma lição de vida! A vida pela Graça é o entendimento de que o Pai, em unidade com o Cristo de nosso ser, é a nossa Fonte eterna e única de suprimento. O fluxo contínuo de bênçãos é espiritual, invisível para a mente humana. Este "fluxo", sendo reconhecido, naturalmente surge como as "coisas necessárias que nos vêm acrescentadas".

Que faz a maioria? Acredita ser esta "sombra visível" o suprimento real! Eis a ilusão! Jesus nos ensina que "louco" é, portanto, o avarento que acumula "sombras", e que para si ajunta "tesouros" sem ser rico para com Deus, ou seja, sem ter noção de que toda "sombra" é gerada por "algo" eternamente presente em nós, o Cristo em nós, o "Pão" de nossa Vida real.

CONTEMPLE, SILENCIOSAMENTE, A REAL PRESENÇA DO SUPRIMENTO EM VOCÈ:

Pai, percebo em Mim, neste instante, a Tua eterna Presença! E vejo, nesta Unidade que somos, o Suprimento perfeito já manifestado em todo o Universo. Quanto mais eu reconheço este constante fluxo de bênçãos espirituais em mim, mais esta Substância é traduzida pela mente humana como tudo de que eu necessito a cada instante. Não me apego à tradução visível destes bens! Uso-os com sabedoria, amor e altruísmo! Para a glória de Teu Nome, que, agora, em virtude de nossa Unidade, é também o Meu Nome! És a Fonte infinita de todo bem, e Tua Presença, como o Cristo de meu próprio ser, faz-me discernir com clareza, tal como o salmista, que "O Senhor é o Meu Pastor; nada me faltará".

(Permanecer por alguns segundos sob a "chuva" de Substância espiritual jorrada internamente do Pai ao Filho)


Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 22h16
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-26

 

 

ESTUDANDO JESUS

Dárcio


26


"É CHEGADO O REINO DOS CÉUS"

Mateus 10: 7

Cristo Jesus entendia sua missão como a de nos revelar o Reino dos Céus. Tendo preparado seus discípulos, fez com que todos eles se sentissem com esta mesma obrigação: revelar o Reino dos Céus.

"Não ireis pelo caminho das gentes, nem entrareis em cidade dos samaritanos; mas ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel. E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus".

Mateus 10; 6,7.

O "caminho das gentes" é o da lógica humana, o caminho do "julgamento segundo as aparências". Para não "irmos pelo caminho das gentes", necessário será "irmos pelo caminho do Coração", ou seja, o caminho da aceitação direta de que "É CHEGADO O REINO DOS CÉUS".

O reino É CHEGADO! Já está AQUI! Alguém continua vendo "mundo material"? Continua querendo "justiça do mundo?" O REINO É CHEGADO! CHEGADO ONDE? ONDE SEMPRE ESTEVE ESTABELECIDO! DENTRO DE VOCÊ! SENDO SUA CONSCIÊNCIA CRÍSTICA!

O objetivo da oração é promover, em nós, uma soltura das crenças do mundo, numa simples, direta e imediata aceitação de que É CHEGADO O REINO! Este é o ensinamento de Jesus! E, entendê-lo, é nossa libertação pelo conhecimento da Verdade. Nesta soltura, pura e simples, sem divagações intelectuais, abrimo-nos à Graça de Deus!

"Mas quando vos entregarem, não vos dê cuidado como ou o quê haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer. Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós".

Mateus 10; 19, 20.

Mais uma vez, encontramos Jesus enfatizando que, quando estamos na Verdade, não somos os seres humanos vistos pela mente humana; somos o próprio Verbo, o Espírito de nosso Pai, o Cristo!

MEDITE E CONTEMPLE O REINO QUE É CHEGADO:

Neste instante sagrado, percebo que me é chegado o Reino dos Céus. Minha atenção, antes focalizada em aparências visíveis, muda radicalmente de foco. Olho internamente! Sinto a Presença divina sendo a Minha Vida, Alma, Mente e Corpo! É chegado o Reino! É chegada a perfeição! Tudo é Espírito! Sei que este Reino sempre esteve aqui presente, mas agora, Ele se torna a Minha experiência deste instante, um instante que é eterno, um instante que é sempre agora!

(Reconhecer, por alguns segundos, o reino de Deus já chegado interiormente como o seu próprio ser.)

 

Continua..>

 



Escrito por facho-de-luz às 15h49
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-25

 

ESTUDANDO JESUS


Dárcio

 

25


"AJUNTAI TESOUROS NO CÉU..."

Mateus 6: 20

A revelação de que o Reino de Deus está em nós deve ser sempre lembrada, ao estudarmos as frases de Jesus contidas nas Escrituras. Assim, por exemplo, quando ele nos diz: "Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam", se recordarmos que "o céu" está em nós, saberemos que ele está nos dizendo para ajuntarmos tesouros em nossa própria Consciência.

Na crença materialista, as pessoas se julgam seguras acumulando bens "na terra", ou seja, no mundo material. Vivem suadamente tentando gerá-los, aumentá-los e conservá-los. Por quê? Por desconhecerem que o "céu", onde os tesouros devem ser acumulados, é DENTRO DE NÓS! Que significa isso? Significa que o Cristo está sendo nosso Ser real desde o princípio! Este é o "tesouro" que deve ser buscado!

A cada reconhecimento que fizermos desta Verdade, estaremos "acumulando tesouros", pois estaremos deixando de lado o "Adão material", que tudo obtém "pelo suor do rosto", para assumirmos como nossa real identidade o "Cristo interior", que, por já estar uno com o Pai, é "herdeiro de todas as coisas celestiais".

Os bens visíveis são a forma pela qual a mente humana traduz a "Presença de Deus" que reconhecermos como presente em nós. A cada reconhecimento feito, de que o Cristo, uno com o Pai, é nossa atual e única identidade, estaremos "acumulando tesouros no céu"; e, desse modo, a mente humana passará a traduzir ,em três dimensões, o suprimento infinito plantado pelo Pai em nossa Consciência. A esta "tradução visível", Jesus deu o nome de "bens vindos de acréscimo".

MEDITE PARA "ACUMULAR TESOUROS NO CÉU"

Pai Santo, deixo de lado a crença de que, para me manter e ser feliz, necessito preocupar-me em acumular bens materiais. Sei que a Tua Presença, em MIM, já agora manifestada como o Cristo de meu próprio ser, é a "arca de tesouros" que "a traça e a ferrugem não consomem" e que "os ladrões não minam nem roubam". Estou em paz, unificado com a Tua Presença, que Se torna a minha! Entendo a frase de Paulo: "Tua Graça me basta"; sei que a Substância divina é o "Pão da Vida". E sei que, por confiar em Tua Presença em Mim, todas as coisas necessárias sempre me são infalivelmente acrescentadas.

(Reconhecer, por alguns segundos, a Presença de Deus unificada com o seu próprio ser.)

Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 00h28
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-24

ESTUDANDO JESUS


Dárcio



24


"SE EU NÃO FOR, O CONSOLADOR NÃO VIRÁ A VÓS"

O processo de "renascimento" envolve o "batismo com água" e o "batismo com fogo". Jesus Cristo é Deus! Descobriu sua Unidade com o Pai e com todos nós! Tudo é UM! Através de seu ensinamento, um por um começa a fazer a mesma descoberta! Assim, os dois batismos têm um mesmo objetivo: fazer com que cada um se descubra em unidade com Deus e sendo Deus!

Que é o "batismo com água"? É a fase do conhecimento da letra da Verdade. A pessoa, originariamente Deus, que vinha se aceitando como mero mortal, mero ser humano, começa a entrar em contato com a revelação sobre sua real e única identidade, que é crística. Toda informação teórica, todo ensino espiritual vindo aparentemente "de fora", sem que a própria pessoa esteja nela própria contemplando Deus, é o "batismo com água".

O "batismo com fogo" é a "vinda do Consolador", para usarmos o linguajar de Jesus Cristo. Ele sabia que, enquanto estivesse presente ao lado dos discípulos, após o "batismo com água", a atenção dos mesmos estaria voltada para ele, para fora, e não para o Reino dentro deles!

"Todavia, digo-vos a verdade, que se convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, enviar-vo-lo-ei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juizo: do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; e do juizo, porque já o príncipe deste mundo está julgado."

João 16; 7-11.

Esta série, além de objetivar o "batismo com água", tem em vista, realmente, o passo seguinte e mais importante: o "batismo com fogo". Este é o motivo de apresentarmos, ao final, as sugestões para interiorização. Quem permanecer na leitura, terá somente o "batismo com água", um conhecimento intelectual da Palavra de Deus. Quem avançar com dedicação, buscando a interiorização e se abrindo-se ao Consolador (O entendimento do Cristo interno), acabará por experienciar o "batismo com fogo".

MEDITE PARA RECEPCIONAR O CONSOLADOR:

Pai, Jesus Cristo se foi para enviar-me o Consolador. Eu sei que o sentido disso é que a Tua Presença, em MIM, está Se revelando! Acreditar em Ti significa acreditar em MIM, na Unidade que somos! Em ti não vejo nenhum ser material! Em ti, não vejo nenhum mundo material, nenhum problema, nenhuma imperfeição! Em Ti, estou convencido do pecado, da justiça e do juizo! Não há pecado nem injustiça na Unidade! "Já o príncipe deste mundo está julgado". Era ilusão! Puro nada!O "Meu reino não é deste mundo". O "Meu reino" é real, perfeito, eterno, é tudo!

(permanecer por alguns segundos sob a ação interior do Espírito Santo)

Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 15h57
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-23


ESTUDANDO JESUS


Dárcio


23


"EU SUBO PARA MEU PAI E VOSSO PAI"

João 20,17

"Eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus"! Que revelação! Que maravilha, se ela tivesse sido disseminada com ênfase desde que nos foi anunciada! Jesus nos mostra, mais uma vez, a unidade da Vida perfeita em Deus! Com sua visão iluminada, via-nos em igualdade com ele, como filhos perfeitos do mesmo Pai, do mesmo Deus!

Que significa "subir para o Pai"? Significa "subir" da visão humana errônea, que nos julga em graus de evolução, para a visão crística, a mesma visão de Jesus, aqui e agora disponível para todos nós! Ciente dessa acessibilidade imediata ao Pai, Jesus nos revela o processo libertador dos conceitos deste mundo, reconhecendo-se como alguém espiritualmente igualzinho a todos nós! Assim, ao dizer que "sobe ao Pai, sobe a Deus", confirmando que temos todos o "mesmo Pai" e o "mesmo Deus", ele nos impulsiona a fazer a mesma "ascensão".

"Monte", na Bíblia, quer dizer "Altitude da Iluminação", isto é, retrata nossa "subida ao Pai". Eis por que Moisés recebeu os mandamentos no "Monte Sinai", e, também, porque temos registrados o "Sermão do Monte", o "Monte da Transfiguração", e assim por diante. "Subimos ao Monte" quando, em oração contemplativa, nos interiorizamos e nos desvinculamos da mente carnal, num radical reconhecimento de que "temos a mente de Cristo", conforme nos revela Paulo em I Coríntios 2: 16,

SUBA PARA SEU PAI, O SEU DEUS, MEDITANDO SILENCIOSAMENTE:

Eu subo para meu Pai, eu subo para meu Deus. Deixo o "vale" da humanidade e subo ao "monte" da cristicidade! "Tenho a mente de Cristo"! Minha visão é iluminada! Percebo a unidade da Vida e a onipresença de Deus! Subo para meu Pai, subo para meu Deus! Na compreensão plena desta revelação de Jesus, neste Alto monte, vejo a mim e a todos, não mais como "seres humanos", ou em "evolução", mas como Luzes! Luzes plenas que, como raios de sol, brilham ininterruptamente com a Luz do Criador.


Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 14h50
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-22

 

ESTUDANDO JESUS


Dárcio


22


"ESTAI EM MIM, E EU EM VÓS"

"Estai em mim, e eu, em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira; vós, as varas. Quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer."

João 15: 4,5,6.

"Estai em mim, e eu em vós!" Toda a Verdade do ensinamento está nesta frase! A sua grandiosidade somente é discernida quando percebida em sua natureza impessoal, universal e transcendental. Que significa isso? Significa que o segredo está em abrirmos a visão espiritual para discernirmos a totalidade ou onipresença de Deus!

O Universo, que é Deus, está representado pela "videira"; a "videira" é o todo, com todas as suas varas. Sendo o "todo", não pode haver "outra coisa em separado". Não pode haver e não há mesmo! Entretanto, para a mente humana, é normal alguém existir e estar separado do "todo". E esta mentira veio sendo aceita como verídica há milênios! "Pai-da-mentira", "mentiroso desde o princípio": usando estas palavras, Jesus Cristo nos deu o alerta! E disse:"Estai em mim, e eu em vós!" Como cumprir isso? Entendendo a "mentira" como mentira, e a "Verdade" como verdade.

Se nossa separatividade de Deus é uma "mentira", basta-nos aceitar a Verdade! Com "coração de criança", não com "entendimento intelectual". Cada um que descarta a mentira, de imediato, se vê como "vara da videira", em UNIDADE! Esta UNIDADE é o Reino consumado e revelado por Jesus! Por que dissemos que a natureza impessoal, universal e transcendental da revelação deve ser percebida? Porque "o Reino não virá visivelmente". Cada "vara", que se vê uma com a "videira", passa a ser a própria videira! E, nessa condição, poderá dizer "Estai em mim, e eu em vós"; não estará falando isso "pessoalmente", mas sim, "universalmente".

A Verdade é impessoal, universal e transcendental! Percebamos o sentido da "videira e as varas", e, com facilidade vivenciaremos a profunda Verdade contida na frase: "Estai em mim, e eu em vós".


Continua..>

 

 

 



Escrito por facho-de-luz às 15h36
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-21

 

ESTUDANDO JESUS


Dárcio

 

21


"O EVANGELHO DO REINO DE DEUS"

"Também é necessário que eu anuncie a outras cidades o evangelho do reino de Deus, porque para isso fui enviado."

Lucas 4: 43

Aqui vemos o próprio Jesus confirmando o objetivo de sua vinda: anunciar o evangelho do reino de Deus! Não disse ter vindo para melhorar o mundo, ou para melhorar o ser humano! Sabia que o Reino de Deus era e é a única Realidade ou Verdade! E, mais importante ainda, sabia que, neste Reino, todos nós já somos dotados da perfeição absoluta! Como seres criados "à imagem e semelhança de Deus"!

E nós? Para quê fomos aqui enviados? Precisamos, antes, saber que o Cristo não é somente Jesus. Que diz a Bíblia sobre o Cristo? Vejamos: "Quando Cristo, que é a NOSSA VIDA, se manifestar, então também vos manifestareis com ele em glória." (Colossenses 3: 4). Portanto, o Cristo é a Vida! A NOSSA VIDA!

O CRISTO É O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA! Jesus conhecia este fato e anunciou-nos o Reino de Deus. Siga seus passos:

a) conheça a Verdade de que você não é um ser humano, mas, que a sua Vida é o Cristo...

b) anuncie o Reino de Deus!

SOMENTE PARA ISTO FOMOS ENVIADOS!

Para tanto, devemos aceitar docilmente as Revelações divinas! Já vimos, em capítulos anteriores, que elas contradizem a lógica do mundo e a visão proveniente do "julgamento pelas aparências". Aceitemos docil e radicalmente: "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida"; Eu sou o Cristo!" Desse modo, cumpre-se em cada um o que diz a citação: "O Cristo, que é a nossa Vida, Se manifestará, e nos manifestaremos com ele em glória." Por quê? Porque a nossa UNIDADE com o Pai e com Jesus Cristo foi por nós aceita e reconhecida! Uma vez aceito o fato, o "renascimento" se dará, pois "é do agrado do Pai dar-nos o reino".

Este passo, dado diariamente com seriedade e dedicação, naturalmente nos levará ao segundo, que é o da "anunciação do Reino".

MEDITE E CONTEMPLE:

Pai, a Tua Vida onipresente está manifesta como a minha Vida! Jesus Cristo anunciou-me esta Verdade; agora, vejo-me na mesma condição de glória! Que o Cristo de meu próprio ser, a MINHA VIDA, Se manifeste, aqui e agora, livremente e por completo! Isto para que eu me manifeste com ele em glória! A glória da Unidade! Assim é a Tua Vontade, assim é a Minha! Portanto, já está cumprida!

(permanecer por alguns segundos sob a ação da Luz e Unção divinas)

Continua..>



Escrito por facho-de-luz às 15h10
[] [envie esta mensagem
] []





Estudando Jesus-20

 

ESTUDANDO JESUS


Dárcio


 

20


"AO QUE TEM..."

"Ao que tem, ser-lhe-á dado; e, ao que não tem, até o que tem lhe será tirado."

Marcos 4: 25

Quando Jesus Cristo afirmava: "sois a luz do mundo", "sois o sal da terra, "sois deuses", endossava o que todos nós já tínhamos ou temos "desde o princípio", ou seja, a natureza ou filiação divinas! Se estas revelações tivessem sido bem recebidas e aceitas, a Verdade nelas contida seria imediatamente percebida. Mas não foram levadas a sério! O "julgamento" predominante era "segundo as aparências"; quem poderia se julgar "luz", "sal da terra", ou "deus", aceitando-se como somos vistos pela mente humana? Ninguém!

Precisamos reverter este quadro! Trocar o "julgamento segundo as aparências" pelo "julgamento justo"! Quando? AGORA! O "julgamento justo" endossa a Palavra de Deus e não as crenças da mente humana!

"Ao que tem (a natureza divina reconhecida), ser-lhe-á dado", isto é, se a pessoa se apossar de sua real identidade, esta Verdade estará Se revelando em sua vida. Porém, "ao que não tem", isto é, ao que se vê , neste exato AGORA, destituído da perfeição já recebida de Deus, "até o que tem lhe será tirado", ou seja, mesmo estando dotada de todas as qualidades divinas, a pessoa ver-se-á vivendo como o pródigo, limitada ao que ilusoriamente lhe for mostrado pela "cegueira"  da suposta visão humana!

O estudo do ensinamento de Jesus exige uma "mudança de referencial", uma tomada de posição radical, um endosso por inteiro de que todas as revelações já são válidas, exatamente aui e agora, para todos nós! Isto requer que nos coloquemos alinhados ao princípio de que "JÁ TEMOS A NATUREZA CRÍSTICA, EXATAMENTE AGORA! Contradiz a lógica? Sim! Contradiz o que a mente humana diz? Sim! PORÉM, É REVELAÇÃO? É! É VERDADEIRO? É! ISTO NOS BASTA!

Aceitemo-nos como Deus nos vê, "à Sua imagem e semelhança!" Enquanto estivermos negando esta Verdade sobre nós, mesmo sendo ela verdadeira, viveremos como se não fosse! Por quê?

"Porque ao que tem, ser-lhe-á dado; e, ao que não tem, até o que tem lhe será tirado."

CONTEMPLE, EM QUIETUDE E SILÊNCIO:

Pai, tudo eu tenho! Tenho a Tua Presença sendo a minha! Tenho o Teu Verbo sendo a minha Substância! Desse modo, tudo eu tenho! Pai, tenho este AGORA! Tenho o conhecimento de ser ele o único momento real! Nada me falta! Como poderia faltar? Se em Tua Onipresença tenho o meu ser? Tenho saúde infinita! Suprimento infinito! Alegria infinita! Felicidade infinita! Pai, tudo eu tenho, aqui e agora! "Tudo que é meu é Teu, e tudo que é Teu é meu; nisto sou glorificado!"


Continua..>

 



Escrito por facho-de-luz às 22h31
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]